domingo, 20 de fevereiro de 2011

CINEMA: Cisne Negro, uma grata surpresa

Por Fábio Dias R.

Soube de sua indicação ao Oscar, e ouvi mais dois comentários sobre o filme, um deles breve “O filme é bom”, outro mais intenso; “Estou ainda com o filme na cabeça”.  Dos que foram indicados ao Oscar 2011, esse é o segundo que vejo, o primeiro foi A Rede Social, que quando assisti, nem indicado estava, e foi até uma surpresa sua indicação e seu favoritismo. Mas vamos ao que interessa.

Quando sai do cinema pensei, será eu capaz de descrever ou escrever sobre esse filme? Após ver, fui procurar várias críticas, saber sobre o diretor, saber opiniões  de quem viu, pois eu fiquei em estado de choque com tamanha qualidade e obra prima que tive o prazer de assistir nesse último e pacato sábado.

Cisne Negro tem um início morno, mas rapidamente,  se torna mais complexo e intenso do que se pode imaginar. O filme mistura drama e suspense. A história te excita, te emociona, te assusta e ainda, consegue arrancar altas risadas da plateia, tive alguns exemplos! Tinha uma senhora sentada ao meu lado que virava o rosto várias vezes durante o filme, algumas se retorcia, outras falava "aiiiii" e outras altas gargalhadas.



Hoje pela manhã ao entrar no MSN, em destaque vem uma análise da psicóloga Clarissa De Franco sobre o filme, que acho que ela o descreveu melhor que qualquer um poderia. Coloco alguns trechos de seu texto abaixo.

“Cisne Negro é uma das obras sensíveis, delicadas e irretocáveis, que aparecem de vez em quando para nos lembrar de quão mágico o cinema pode ser em sua magnitude mais perfeita. Perfeição, aliás, é um dos temas centrais nos quais estão mergulhados a complexa protagonista Nina (Natalie Portman), sua dúbia mãe (Barbara Hershey), o ávido diretor de espetáculo Thomas (Vicent Cassel), a interessante antagonista Lily (Mila Kunis) e a ácida e amarga Beth (Winona Ryder).

A busca por perfeição no corpo, no balé, na sexualidade, no reconhecimento de seu trabalho e de sua marca faz com que Nina aprisione-se em um mundo doente, de sofrimento, onde sintomas psicóticos envolvendo indícios de transtorno alimentar, autoflagelação, e alucinações a atormentam, desafiando seus objetivos altos de se tornar a "Rainha do Cisne".


Cisne Negro teve 5 indicações ao Oscar, Atriz, Diretor, Filme, Fotografia e Edição.
Espero que leve alguns desses Oscar, atriz com certeza é dele, ou melhor dela: Natalie Portman!

Palmas ao diretor Darren Aronovsky. Palmas à Natalie Portman, palmas a todo o elenco. Você, que ainda não viu, corra ao cinema, vestindo-se de coragem.
Já viram o filme? O que acharam?

Fábio Dias R.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...