segunda-feira, 5 de março de 2012

A SEMANA 9 NA TV: Uma análise da Audiência e das Novelas


Por Fábio Dias R.

Acabou o Carnaval, e aquela frase super clichê ronda as redes sociais e as conversas: Agora o ano começa! Não tem mais desculpa para baixa audiência. Mas não é o que estamos vendo no atual quadro de novelas. Até mesmo o fenômeno de audiência Fina Estampa está vendo seus números "caírem"! Confira abaixo como ficou os números da semana. 

Meta para o horário: 13
Média Geral até capítulo 220:
Vidas em Jogo: 11,5
Ribeirão do Tempo: 11,36


Meta para o horário: 18
Média Geral até capítulo 125:
Mulheres de Areia: 15,6
O Clone: 16,56
Sete Pecados: 13,1 (finalizada no 85)


Meta para o horário: 25
Média Geral até capítulo 138:
A Vida Da Gente: 21,8
Cordel Encantado: 25,87
Araguaia: 22,39

Meta para o horário: 30
Média Geral até capítulo 120:
Aquele Beijo: 24,9
Morde & Assopra: 28,68
Ti-Ti-Ti: 28,70

Meta para o horário: 40
Média Geral até capítulo 168:
Fina Estampa: 38,9
Insensato Coração: 35,22
Passione: 34,14


Média Semanal de Outras Novelas:
Rei Davi: 13,5
Malhação: 16
Rebelde: 8
Maria do Bairro: 6
Fascinação: 4
Corações Feridos: 4
Pícara Sonhadora: 4


Analisando...

Fina Estampa
Sempre curti muito a novela, mas as últimas semanas não tem me prendido tanto. A trama de Esther não me empolgou. A novela está apresentando índices mais baixos. Faltam mais três semanas para o final e deve fechar com 39 pontos. Tornando se a maior audiência desde Caminho das Índias.

Rei Davi
Voltou a liderar a audiência em sua faixa de exibição nos dois capítulos. Na terça marcou 14 pontos e na quinta rendeu 13 com 29% de share. No mesmo horário a Globo ficou com 11 e 26% de share. Porém, no confronto com As Brasileiras, a Record ficou em segundo lugar.

As Brasileiras
O episódio de Leandra Leal e Fábio Assunção foi engraçado. Mas As Cariocas série que deu origem ainda é muito superior à atual.

Avenida Brasil
Em entrevista a Folha no domingo, o autor João Emanuel entregou um pouco sobre a novela, e isso já me causa mais ansiedade pela novela em si!  "A história surgiu porque eu sempre quis torcer pelo bandido. E eu quis inventar um personagem, que é a Nina [Débora Falabella], que fará coisas atrozes por justa causa, contra alguém realmente mau. É uma heroína que age como vilã. Quis torcer por alguém que faz atrocidades e estar tranquilo por poder torcer. Isso é o que me estimula a fazer essa novela. Toda novela que eu fiz é filha da anterior, porque você naturalmente pensa em outra história. "Avenida Brasil" surgiu da vontade de torcer para a Flora [vilã de "A Favorita"], eu gostava dela, mas não podia torcer. Débora Falabella é uma menina que levou um golpe em 1999. Ela mora com o pai [Tony Ramos] e a madrasta [Adriana Esteves] e percebe que o pai seria roubado. Ela consegue avisá-lo a tempo, mas ele entra pelo cano e, depois disto, a madrasta a abandona no lixão. Essa menina volta 12 anos depois e vai trabalhar como empregada doméstica na casa da ex-madrasta, que não a reconhece, e vai destruir aos poucos a vida da patroa."

A Vida da Gente
Apesar de ser aclamada pela crítica, mas não foi um sucesso de audiência. Fechou com uma audiência não muito satisfatória. Sua média geral ficou sendo de 22 pontos. Eu, pouco me importo com esses números, quero é qualidade e isso teve de sobra! Texto magnífico, direção segura, fotografia perfeita, elenco entrosado e de alto nível. A Vida da Gente ficará na memória de quem acompanhou, apesar de uma barriguinha discreta a trama emocionou. Espero que Lícia Manzo em breve vá para o horário nobre, potencial ela mostrou ter de sobra.


Gostaram do final de A Vida da Gente? E a trama principal de Avenida Brasil? Empolga? O que acharam das novelas essa semana?

Um comentário:

  1. Olá, tudo bem? Vidas em Jogo é muito melhor que Ribeirão do Tempo que foi uma bobagem completa... Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...