segunda-feira, 9 de julho de 2012

A SEMANA 27 NA TV: Uma Análise da Audiência e das Novelas



Por Lucas Nobre


Semana de calor intenso em São Paulo e mais uma vez interfere nas audiências. Devido às férias do Fábio Dias, quem analisa as novelas essa semana é o colunista Lucas Nobre! É com você Nobrezito!


Meta para o horário: 7
Média Geral até capítulo 35:
Carrossel: 12,71





 
Meta para o horário: 18
Média Geral até capítulo 85:
Chocolate com Pimenta: 14,76
Mulheres de Areia: 15,2
O Clone: 16,3
Se7e Pecados: 13
Sinhá Moça: 15
Alma Gêmea: 18,2
Senhora do Destino: 19,75




 
Meta para o horário: 25
Média Geral até capítulo 108:
Amor Eterno Amor: 23,08
A Vida da Gente: 22
Cordel Encantado: 25,7
Araguaia: 22,2
Escrito nas Estrelas: 26,1
Cama de Gato: 23,44
Paraíso: 24,44



 
Meta para o horário: 30
Média Geral até o capítulo 72:
Cheias de Charme: 30,42
Aquele Beijo: 25,5
Morde & Assopra: 27,3
Ti-Ti-Ti: 28,71
Tempos Modernos: 22,6
Caras e Bocas: 28,32



 
Meta para o horário: 40
Média até o capítulo 90:
Avenida Brasil: 37,52
Fina Estampa: 38,58
Insensato Coração: 32,36
Passione: 32,31
Viver a Vida: 35,08
Caminho das Índias35,17
A Favorita: 37,07
Duas Caras: 38,24
Paraíso Tropical: 40,42



 
Meta para o horário: 18
Média até Semana 3:
Gabriela: 21
O Astro: 21,75




Média Semanal de Outras Novelas:
Máscaras: 5
Malhação: 19
Rebelde: 6
Maria do Bairro: 6
Marisol: 4
Pequena Travessa: 4


Analisando...

Amor Eterno Amor 
Texto: Ok. Interpretações: Ok. Direção: Ok. Certo, até relevei algumas avaliações. Por mais que a audiência não classifique a trama nem como sucesso estrondoso e nem como fracasso, fica a impressão que a segunda novela da triologia da autora veio, tentou dizer a que veio mas não vai nada mais e nada menos do que somente cumprir sua missão. Terminará e não ficará na memória do público tal como ficou “Escrito nas Estrelas”, da mesma autora, e que tinha fãs fervorosos. Por causa desta novela, não teremos o 2012 como um ano em que uma trinca de novelas (das seis, sete e nove) de sucesso. Para quem acredita em vidas passadas, foi de arrepiar a cena de Clara fazendo revelações. 

Cheias de Charme - 
Uma situação me chamou a atenção nas redes sociais. Após a vitória do Corinthians, alguém sugeriu que a Globo se empolgou com os números de audiência do jogo e que a programação do dia seguinte seria apenas sobre os “bando de loucos”. Até que alguém teve a feliz ideia de sugerir que até mesmo as “empreguetes” teriam um dia de descanso. Foi o suficiente para um bando de mulheres dizer que se isso acontecesse, não seria só o Bataklan que entraria em greve. Essa intertextualidade da vida real com exemplos de diferentes tramas mostra que a nova está conseguindo acampanhar as mudanças da sociedade brasileira. “Cheias de Charme” é uma prova disso, dando ênfase em elementos contemporâneos sem deixar, jamais, os aspectos do folhetim tradicional. Não canso de ve e rever a cena de como era a relação de  Chayene e Fabián no início da carreira desse último sábado.

Carrossel 
Os números falam por si. Se já é complicado comparar remakes de clássicos nacionais de uma mesma emissora como é o caso de Gabriela, imagina o de um clássico INFANTIL de um outro país? Neste caso, os números falam por si. 

Gabriela  
De todas as tramas da Globo, é aquela que ainda encontra um certo “ranço” de características que as outras tramas estão tentando abrir mão como explorar situações ao limite do cansaço do espectator por mais que seja importante para a trama (fiquei alguns capítulos sem ver e tal da procissão nunca acontecia). Essa nova versão está a léguas de distância de se tornar um marco como a versão original, os tempos são outros. Mas não é de se negar o capricho e esmero da produção (com alguns percalços como a sincronia da sonorização da despedida de Zarolha na estação de trem em Ilhéus). Falando em Zarolha, o que é a Leona Cavalli neste papel? A atriz  conseguiu botar o texto no bolso provocando pena, compaixão, tristeza, alegria e felicidade em um curto espaço de tempo nesta mesma cena.

Máscaras 
O polêmico manifesto assinado por atores de elenco foi mais marcante que a trama em si. Ato louvável e, claro, sujeito às críticas. Mas convenhamos: salvar uma telenovela é uma missão extremamente complicada. O máximo que se pode fazer é fazer o maior número de ajustes para que saia de cena com dignidade. Ninguém ganha com uma crise em telenovela: nem atores, nem autores, nem a emissora e, muito menos, o telespectador. Tudo bem que números não dizem tudo, mas ao menos ajudam a compreeder um contexto que, no caso de Máscaras, não é nada bom..

Avenida Brasil 
Um sucesso incontestável, daqueles de fazer pessoas desmarcarem compromissos em função da novela por mais que seja fácil encontrar os capítulos pela web. Nesta semana foi o ápice da dúvida entre o telespectador sobre o que mais chamou a atenção: a trama que foi exibida ou as especulações sobre a grande virada que acompanharemos em breve. Em época de democratização na web, qualquer especulação deste verdadeiro fenômeno ganha aquele “Q” de verdade. Destaque especial para um embate contido entre Nina e Carminha que aconteceu nesta semana, descrito neste post de Nilson Xavier. Destaque para o retorno de Betty Faria para a Globo e o super gancho de sábado.


Curtiram as novelas essa semana?
COMENTEM! OPINEM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...