sexta-feira, 20 de julho de 2012

Vale Tudo pela Fama (até a Vida?).



Por Rodrigo Ferraz
 



O Teatro quando é bom, não precisa ser grande, sofisticado ou tiver uma superprodução pra ser genial! Não que eu não goste de super produções, gosto sim e muito, mas uma peça simples quando é bem feito agrada tanto ou mais do que uma peça suntuosa sem ela ser grande se é que me entendem! Vida & Obra de Um Tipo à Toa é dessas... Um texto acertado, Mario Viana talvez com sua experiência em novelas nos faz ter uma virada a cada fim de ato, uma direção muito boa e difícil de Daniel Alvim, afinal dirigir e atuar num espetáculo com dois atores não é pra qualquer um e ele ta presente nas duas funções com muita qualidade.Mauricio de Barros, seu parceiro de cena também está ótimo! A peça estreou na última sexta, foi aplaudidíssima e não é à toa...

A peça retrata um biógrafo que faz tudo pra ter uma biografia de um tipo comum, uma comédia mordaz que te deixa surpreendido do começo ao fim! O dramaturgo e os atores falaram com o Cabide sobre a peça depois de serem fortemente aplaudidos após a estreia...


“Daniel já havia demonstrado vontade de fazer um texto meu, com dois atores... E havia uma vontade em mim muito grande de fazer uma peça sobre o universo masculino. Sem ninguém por perto! Daniel falou que comecei escrever esse texto há oito anos, eu sou assim com meus textos, escrevo, deixo lá, aí eu retomo...” Mario Viana, o dramaturgo também é a favor nessa peça em “fugir do realismo de novela, eu gosto que não tenha um telefone ou um armário em cena”. Eu também concordo, o cenário simples e insinuante de Leopoldo Pacheco surpreende e cativa!

A peça é sobre dois seres comuns, heterossexuais, predominantemente masculina mais com uma ousadia homoerótica ímpar! Mario concorda “Existe nesses ambientes e nessas amizades masculinas, predominantemente hetero, esse homoerotismo o tempo inteiro, mas sem o peso sexual, algo no ar” Daniel Alvim, ator e diretor da peça já discorda: “Acho que não tem nada ver, mas talvez alguém pode pegar por esse lado”! 

Algo na peça ficou me martelando, parecia ser a mensagem da peça, mas não uma mensagem pedante, apesar de pertinente pros dias atuais, principalmente no final: Vale Tudo pela Fama (Até a Vida)? Para o humilde colunista d’O Cabide não, para os atores e pro dramaturgo também não, e pra você? Agora pros personagens da peça é só assistir...

INFOS:
Sexta 23h59, Espaço dos Parlapatões
Endereço: Praça Franklin Roosevelt, 158
Bairro: Consolação / Higienópolis
Tel.: (011) 3258-4449
R$30!



FOTOS: Bel Gomes
DRoPS
~> O LIBERTINO encerra temporada popular neste domingo dia 22 de julho no Teatro Sérgio Cardoso.
Com este frio, vamos falar sobre a promoção da peça?
“Levando 01 agasalho infantil (de 06 meses a 16 anos) ou 1k de alimento nãoperecível você ganha 50% no ingresso”

O espetáculo é dirigido por JÔ Soares e no elenco temos,
Cassio Scapin, Luciana Carnieli, Luiza Lemmertz, Tânia Casttello, Erica Montanheiro e Daniel Warren! Quinta e sábado às 21h. Sexta às 21h30. Domingo às 19h Ingresso inteiro R$ 30!

~> E já coloque na sua agenda Cleyde Yaconis se despede dos palcos com a Cia de Denise Fraga em: Elas não gostam de apanhar, Sob direção de Marco Antonio Braz e Auditório Ibirapuera, as atrizes se juntam no palco para interpretar personagens de contos e crônicas de Nelson Rodrigues nos dias 27,28 e 29 de julho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...