domingo, 30 de dezembro de 2012

2012: O ano em que o mundo acabou


Por Júnior Bueno



Não, você não leu errado. É claro que o mundo não acabou de fato dia 21/12, como na profecia maia. Aliás, bobo foi quem confiou em profecia peruana, todo mundo sabe que os produtos com a melhor garantia vêm do Paraguai. Dos peruanos só podemos confiar que estarão tocando Beatles na flauta no centro da cidade, desde- sempre-para-todo-sempre-amém. Mas voltando à vaca fria, ou ao ano morredouro, sim, o mundo acabou. O mundo é um seriado do J.J. Abrams: tudo que fazia sentido não faz mais e quando a gente for ver, estamos todos mortos, sem ninguém se dar conta disso.
Mas entre mortos e feridos, salvaram-se (quase) todos, então vamos à uma breve retrospectiva dos fatos que marcaram 2012.



1 - Para nossa alegria, todo mundo dançou o Gangnan Style, menos a Luísa que está no Canadá. E a Gina, muito indelicada, levou uma imagem do Jesus restaurado pra fila da Gaga. Enquanto isso as mina pira no Nissin Ourfail que levou todo mundo pra Baleia . Óbvio que o Willy Wonka irônico não gostou nadinha disso e twittou: “#chatiado!”


2 - Michel Teló começou o ano nas capas e nas paradas gringas cantando o metafísico verso “Ai se eu te pego”. Versões em todas as línguas e um debate (inútil) sobre a desvalorização da nossa música depois, ele termina o ano cantando a mesma coisa. Daqui a vinte anos ele ainda vai estar cantando o Ai se eu te pego. É o Adocica dele.

3 - Por falar em música chata, o Roberto Carlos voltou às paradas com uma música inédita depois de sei lá quanto tempo. De repente metade do país cantarolando “Esse cara sou eu” e a outra metade tentando o suicídio por não conseguir tirar a música da cabeça. O que ninguém sabe é que essa música foi feita porque o Roberto não aguentava mais ser confundido com o Erasmo e originalmente se chamava “Esse Carlos sou eu”.



4 - A série de livros 50 tons de cinza virou um fenômeno mundial ao descrever para moças (e não tão moças) de família cenas sexuais com uma pitada de sadomasoquismo.  De repente toda a mídia só falava em como as mulheres se interessam por sexo e tal. Como se elas não fizessem isso antes. Ao fim descobriu-se que os livros só são bons pra quem não conhece o bom sexo e a boa literatura.

5 - O herói brasileiro de 2012 foi o Ministro Joaquim Barbosa. Até quem não tinha ideia do que faz ao certo um ministro do STF, de repente começou a vibrar e acompanhar os julgamentos do Mensalão como se fosse o novo esporte nacional (chupa UFC!), postar a foto do homem de capa preta no Facebook, elegê-lo antes da hora a presidente da República. E boatos dão conta que ele só não ganhou o título de Musa do Brasileirão porque não quis.

6 - Já no ramo da vilania não teve pra ninguém: Carminha foi A vilã do ano. E olha que o Carlos Cachoeira tava no páreo. Mas não deu nem pro começo: a primeira-dama do Divino reinou absoluta e dançou o tchu tchá tchá na cara da sociedade.  Entre falcatruas, traições e maldades, a loura desfiou um rosário de insultos e frases de efeito, além de caras e bocas impagáveis. Terminou a novela regenerada, mas sempre reinará em nossos corações.

7 - A propósito, a menos que você estivesse em coma, no espaço ou no Acre, com certeza você sabe o que quer dizer "Oi Oi Oi" e "Hihihi"; sabe quem foram Zezé,Adalto, Leleco , Ágatha, Muricy e Tufão; sabe que o Núcleo Cadinho era a coisa mais chata do mundo; sabe o que significa “congelar o avatar”; sabe cantar “Eu quero ver 'cê me chamar de amendoim” e já quis pegar a Suellen ou ser pego pelo Darkson. E com certeza assistiu à novela mais viral de todas: Avenida Brasil.

8 - E no clima de “o mundo vai acabar, vamos enfiar o pé na jaca” as celebridades brasileiras foram fundo.  Regina Duarte protagonizou vídeos hilários, Sonia Abrão postou foto de maiô pra mostrar que tem coisa pior que o programa dela, e Silvio Santos fez e aconteceu: apareceu sem as calças, apalpou uma tia no auditório e falou barbaridades.



9 - Mas se tem alguém que sabe como alargar seus minutos de fama, esse alguém é a Nana Gouveia. Pra mostrar como tinha sido o estrago causado pelo furacão Sandy, Nana resolveu fazer um ensaio. A cara de desolada e a pose de “look do dia” ao lado de postes caídos virou uma das piadas mais viralizadas e divertidas do ano.

10 - E as moças antenadas tinham dois modelos a seguir: a it-girl e a piriguete. Pra não confundir: as duas usam um vestido tubinho justo e curto e o cabelo todo pra um lado só e um batom snob na boca. Mas é só olhar nos pés pra diferenciar, a it girl usa ankle-boots azul klein e a piriguete um tamanco de acrílico. Em 2013 a mulher-tendência será a piriguit-girl, um pé na fuleragem e o outro no Louboutin.

11 - E em 2012 não teve graça: Chico Anysio, Millor, Hebe Camargo, Wando, Whitney Houston, Neil Armstrong, a eterna Emanuelle, a “imorrivel” Dona Camô, entre tantos outros, nos disseram adeus. O mundo vai ficando cada vez mais chato. Dona Morte, vê se alivia aí em 2013, por favor.

12 - E o mundo, se não acabou, pelo menos viu morrer duas piadas, a imortalidade de Oscar Niemeyer e o eterno jejum do Corínthians de Libertadores e Mundial. Pois não deu outra: o arquiteto morreu ais 105 anos e o Timão levou as duas taças (levou no bom sentido). Então, em 2012 o mundo acabou. Mas é certo que começou de novo, de um jeito diferente.


Que em 2013 o mundo continue mudando. Pra melhor: com mais memes, mais cultura, mais bobagem, mais união e igualdade amor e paz! Feliz Ano Novo!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...