sexta-feira, 19 de abril de 2013

Marcelo Serrado, Fernanda Paes Leme e grande elenco estão em cartaz com RAIN MAN



José Wilker dirige adaptação para o teatro do filme de Barry Morrow, sucesso estrelado por Dustin Hoffman e Tom Cruise, vencedor de quatro categorias no Oscar 1989.

Rain Man é uma peça sobre o amor que, num momento especial, nasce entre dois irmãos. Um relacionamento carregado de emoção, dores, alegrias e, principalmente, de afeto.

Rain Man marcou toda uma geração dos anos 80 com suas nuances de amor familiar, com situações inusitadas, provocando diversas reações na plateia.

“É uma peça que, embora tenha uma personagem que sofre de uma determinada síndrome, fala principalmente de afetos. Ou dos caminhos tortuosos que o afeto percorre até se realizar como tal”, define Wilker em sua primeira direção de uma adaptação teatral do cinema. “Já tinha feito o caminho inverso, quando dirigi duas peças que depois se tornaram filmes”, completa referindo-se às montagens de A Morte e a Donzela, de Ariel Dorfman, e Mephisto, de Klaus Mann.

No caso de Rain Man, a essência da historia original é mantida e a complexa relação dos personagens é percebida integralmente através dos diálogos e situações surpreendentes da história.

Charlie Babbitt (Rafael Infante)  é um egocêntrico vendedor de automóveis de Los Angeles que está em guerra com sua própria vida. Os relacionamentos não são o forte de Charlie e o amor é completamente estranho a sua experiência.

Insensível, Charlie só espera a herança após a morte de seu pai doente e internado. Mas acaba descobrindo que o beneficiado pela fortuna inteira de seu pai é Raymond (Marcelo Serrado), o irmão mais velho.

Charlie nunca teve uma lembrança concreta de sua existência. Decide então procurar o médico e o irmão internado para tentar salvar sua parte da herança.
Na realidade, Raymond é um autista que viveu escondido em uma instituição a maior parte de sua vida. Raymod é disfuncional em muitos sentidos, mas como Charlie descobrirá - também  é dotado de uma espécie de talento extraordinário com tiradas de gênio que  faz Charlie se  aproveitar  disso para tentar salvar seu negócio.

Charlie "sequestra" Raymond tentando de alguma forma estabelecer uma forma de colocar a mão na fortuna e acaba criando uma relação complexa com o irmão.

Os dois embarcam em uma viagem passando por Las Vegas onde Raymond exerce seu talento com os números e favorece Charlie com ganhos no jogo. A namorada (Fernanda Paes Leme) de Charlie se junta ao grupo e acaba se ligando afetivamente a Raymond. Essa viagem acaba mostrando a Raymond um mundo além das portas do hospital e a Charlie o significado do amor incondicional que surpreende seu espírito prático e insensível.

Para ele, o seu agora irmão mais velho habitava suas lembranças fantasiosas de criança apenas como Ray Man, seu amigo imaginário.

Como eles superaram a desconfiança mutua, uma profunda ligação nasce com essas lembranças dolorosas do passado, problemas do presente, com a inevitável doença do irmão, e um possível futuro gratificante pela frente.


RAIN MAN
Texto: Dan Gordon
Tradução: Miguel Paiva
Direção: José Wilker
Elenco: Marcelo Serrado, Fernanda Paes Leme, Rafael infante,
Roberto Lobo, Jaime Leibovitch e Sara Freitas. 

Teatro Vivo(290 lugares)
Avenida Chucri Zaidan, 860 - Morumbi
Bilheteria do Teatro: 7420-1520 - www.teatrovivo.com.br
Bilheteria: de terça a quinta, das 14h às 20h. De sexta a domingo, a partir das 14h.
Vendas 4003-1212 – www.ingressorapido.com.br
Sexta às 21h30 | Sábado às 21h | Domingo às 18h
Ingressos: Sexta e Domingo R$ 50 | Sábado R$ 70
Duração: 100 minutos
Recomendação: 14 anos
Estreou dia 05 de abril
Temporada: até 02 de junho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...