quarta-feira, 19 de março de 2014

ENTREVISTA - Com aumento de audiência no horário nobre de "Pecado Mortal", Autor dispara: "Qualquer crescimento de audiência é bem vindo, afinal, TV é um negócio."



Por Fábio Dias




“Pecado Mortal” é uma novela que vem enfrentando dificuldades para conquistar audiência desde sua estreia, entretanto, uma reviravolta na história ampliou os índices da produção na última semana. A novela da Record marcou 6 pontos, sendo essa sua melhor média semanal desde o início de dezembro do ano passado.
A trama de Carlos Lombardi mudou de horário no dia 03 de fevereiro, para bater de frente com a nova novela da Globo, “Em Família”. A princípio, a mudança foi péssima e registrou recorde negativo, com apenas 4 pontos, mas, como a trama da emissora carioca passou a sofrer certa rejeição por uma parcela de público, “Pecado Mortal” aos poucos foi se reerguendo. Procurado pela coluna, o autor comenta a alta do folhetim, confira:
Esperava esse crescimento de audiência no novo horário? A que atribui?
Qualquer crescimento de audiência é bem vindo, afinal, TV é um negócio. Temos uma novela com ótimas críticas, quem sabe agora conseguimos um público novo? Também não é obsessão. Tenho trabalhado duro pra fazer uma novela movimentada e que surpreenda sempre o público.
Já foi definido com quantos capítulos terminará a novela? Será a quantidade prevista?
Comecei para 150 — agora sei que vamos um pouco além disso. Acredito que até o final desta próxima semana terei o número certo com a Casa. Só sei que vamos além.
Após a estreia, alguma trama ou personagem teve sua trajetória alterada em busca de melhores índices de audiência?
Não mudei personagens em busca de audiência. Aumentei a dose de romantismo da novela, aumentei um pouco o percentual de comédia da novela. Os destinos dos personagens, fora um ou outro percalço, têm seguido razoavelmente a sinopse.
Como analisa “Pecado Mortal”, sua primeira novela fora da Globo diante de suas outras obras? Como foi a condução, liberdade, está satisfeito com os resultados?
Esta é uma novela em que estou descobrindo como funciona a Record. Foi um processo de adaptação, tanto à nova empresa quanto às câmeras Alexia, que têm uma ótima imagem mas pouquíssima mobilidade, o que me fez desistir do número de sequências de ação que gostaria de fazer, e jogar a novela muito mais para dentro do estúdio. Considero um aprendizado. Tenho duas grandes alegrias com a novela: estou podendo exercitar um lado mais dark, fazer uma novela mais séria em relação a minha obra anterior, ao mesmo tempo que mais romântica, que fala de relacionamentos humanos: marido-mulher, irmãos, famílias em geral. A outra é ter feito um cast tão bom usando uma porcentagem enorme de gente que já estava lá na Record.
***
Abaixo, o gráfico com a audiência da semana passada e um comparativo com as suas antecessoras:


Média até a semana 25:
Pecado Mortal: 5,69
Dona Xepa: 6,89 (finalizada na semana 18)
Balacobaco: 6,55
Máscaras: 5,75
Vidas em Jogo: 11,2
Ribeirão do Tempo: 10,6
Médias mensais:
Setembro: 8,5
Outubro: 6,55 (7)
Novembro: 5,9 (6)
Dezembro: 5,1 (5)
Janeiro: 5,09 (5)
Fevereiro: 4,85 (5)
Março: 5,36 – parcial
________________________________________
SIGA-ME NO TWITTER @FABIODIASR
________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...