sexta-feira, 11 de abril de 2014

#Entrevista com Andre Sturm, ele fala do Belas Artes, gostos pessoais e sobre o MIS


Por Rodrigo Ferraz


Andre Sturm é mais que um grande curador de arte, dono da distribuidora Pandora Film ele administra o MIS e começa a se organizar para fazer o cinema de rua mais querido dos paulistanos voltar à ativa: Belas Artes. Vamos conhecer mais de seus gostos e saber em primeira mão quem vai ajudar a financiar o Belas??

1-) Quando o Belas Artes volta a cena? E quem é o grande parceiro que ta realizando essa empreitada??
Espero poder reabrir o cinema em final de Maio. A Caixa Econômica patrocinará o cinema e a Prefeitura será parceira nessa aventura.

Fachada do Belas Artes:

2-) Qual foi a sensação que você teve quando teve que fecha-lo? E como foi a sensação ao assinar o novo acordo??
Nem gosto de lembrar daqueles dias em final de 2010, começo de 2011. Muita tristeza. O Belas Artes era como alguém da família. Foi muito duro perder o cinema. E a alegria com a perspectiva da reabertura é enorme. Sem palavras para descrever!

3-)Esse tempo no MIS, como você avalia?
Tem sido uma experiência incrível reativar o MIS como um centro cultural vivo na cidade.

Fila na exposição do cineasta Kubrick

4-) Que filmes que ficaram em cartaz que certamente teriam entrado em cartaz no Belas Artes nesses tempos?

São muitos. Centenas. O cinema mundial anda em grande fase.

5-) Pensando na quantidade de salas que tem o Belas Artes, qual seria a programação dos sonhos, vale todos os anos, todas as épocas??
Nossa, que pergunta... mas vamos lá:
A Caixa de Pandora
O Sétimo Selo
Apocalipse Now
Quanto mais quente melhor
Mulheres a beira de um ataque de nervos
Vidas Secas

Cartaz do filme: A Caixa de Pandora:
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...