domingo, 18 de outubro de 2015

MÃO NA MASSA

Por Edilson Lopes


O SBT exibiu neste sábado (17/10) a grande final do “BakeOff Brasil – Mão na Massa” o reality show que pretendeu eleger o melhor confeiteiro amador do Brasil. E o Cabide Fala não poderia deixar de falar sobre este último episódio e destacar algumas particularidades dos três finalistas, bem como analisar a atuação do trio formado pela apresentadora Ticiana Vilas Boas e os dois jurados Carolina Fiorentino e Fasano.

12 confeiteiros amadores iniciaram a competição e a cada semana eles duelavam pela permanência no programa e a possibilidade de ser eleito o mestre confeiteiro, por ter se destacado naquela etapa da competição. O grande diferencial do julgamento neste reality é que os jurados provavam as iguaria sem saber quem as havia produzido, dessa forma a preferencia por este ou aquele candidato não existia, tornando a competição mais justa e igualitária para todos.

As provas eram divididas em provas criativas e provas técnicas e a cada semana os confeiteiros eram testados em alguma habilidade diferente na confeitaria. Era fascinante observar o desespero dos competidos ao receber o desafio proposto e principalmente o tempo que teriam para executá-lo. E assim, aos trancos e barrancos, com provas muito bem executadas, e algumas que mereciam ser esquecidas; Ayrton, Marília e Samira chegaram a grande final.


Ayrton, engenheiro químico, 24 anos, xará do grande piloto brasileiro Ayrton Senna se apresentou como um apaixonado pela confeitaria. Jovem, o rapaz dono de uma autoestima elevada balançou durante todo o programa, sempre oscilando na realização das duas provas de cada etapa. Em uma ele conseguia ser um dos melhores, na outra ele fazia um trabalho absurdamente ruim, mas mesmo assim, somando mais sucessos que insucessos o jovem chegou a final.

Marília sempre demonstrou ser uma das mais centradas do grupo. Meiga e doce a dentista sempre entregou o que lhe era pedido e pouquíssimas vezes figurou entre os piores pratos da competição. Chega a final tendo sido mestre confeiteira opor uma semana e com uma leva bem interessante de trabalhos bem realizados.

Samira, mulçumana praticante, dona de casa exemplar e com toda pinta de mãezona conquistou a todos na competição inclusive seus concorrentes, que vez ou outra recorriam a ela para tirar alguma dúvida ou esclarecer algo. Por três vezes foi eleita mestre confeiteira e desde a primeira semana figura como candidata a grande campeã. Será que ela conseguira comprovar tal vantagem?


O trio que comandava o trabalho mostrou uma boa afinidade e cada um a seu modo realizou de forma correta o seu trabalho. A apresentadora Ticiana Villas Boas se destacou sendo o elo entre os participantes e muitas vezes a frieza dos jurados. Sua contagem regressiva era temida pelos concorrentes, mas por outro lado seu jeito doce e carinhoso conquistava cada confeiteiro. Carol Fiorentino, irmã da também apresentadora da emissora do Sílvio Santos, Isabella Fiorentino, mostrou que tem carisma e boa técnica, sendo imparcial e ensinando aos competidores sempre que possível. O Fabrizio Fasano mesclava momentos de total agressividade ou sinceridade nos seus julgamentos com brincadeiras sutis que da mesma forma contagiavam os candidatos.

Por muitos sábados a tentação dos doces invadiu nossas casas com pratos deliciosos e visualmente incríveis. Todos demonstraram seu talento e o programa mostrou que a fórmula do reality culinário ganha cada vez mais o público e seu espaço nas grades de programação. Ayrton, Marília ou Samira, quem será o grande vencedor? Quem será eleito o melhor confeiteiro amador do Brasil? Façam suas apostas! De qualquer forma já temos vencedores: a confeitaria e o entretenimento brasileiro.

***

Sobre o autor



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...