domingo, 22 de outubro de 2017

A força do Querer termina com gosto de quero mais

Por Fábio Dias


Talvez a busca por números exorbitantes levam autores a deixar quase tudo para o último capítulo, na maioria das vezes esse recurso é suficiente para concluir uma novela, pois nem todas têm personagens e tramas com uma grande conclusão a ser feita. O que não foi o caso de A Força do Querer que tinha um arsenal de tramas e personagens fortíssimos.

Abaixo listo algumas tramas que acho que renderiam muito, que criei mais expectativas ou me deixou com um gostinho de quero mais. Afinal todo brasileiro é um pouco ou autor de novela ou técnico de futebol.


Ivan x Cláudio
Apenas nas últimas cenas eles se encontraram, com pouco diálogo, os dois deram a entender que ficariam juntos, ficou no ar a situação de amizade ou romance. Foi lindo. Mas já pensou o quanto poderia render se Cláudio tivesse voltado no momento em que Ivan descobre a gravidez, o seu choque com isso e depois desenvolvesse uma relação de amizade ou amor com Ivan... Acredito que Gloria Perez não quis trabalhar a sexualidade de Ivan, apenas a sua identidade. Mas que essa trama ia render ainda mais, isso sim. Não há dúvidas.


Nonato x Eurico
Outra conclusão rápida e que tinha muita expectativa em cima dos personagens. Afinal Eurico, era um personagem retrógrado que mantinha um carinho enorme pelo seu funcionário, que na verdade era um transformista. Com cenas rápidas mostrou que sua afeição por Nonato ficou acima de seu preconceito, foi bonito, mas fez falta mais cenas e profundidade na relação dos dois. E que bela estreia Silvero Pereira fez na TV heim? Como disse Eurico ao personagem: “Que artista!”


Ritinha x Rui x Zeca
A novela começou e terminou com eles. No entanto o desfecho também foi breve. Já pensou o quanto essa disputa por Ruizinho poderia render? Disputa por um filho já rendeu uma enorme novela da Gloria, Barriga de Aluguel. E a amizade que terminou entre os dois? Entendemos que o ciclo se fechou e se renderam por amor ao filho, mas...


Jeizeca e Caibibi
Claro que o quem fica com quem na maioria das vezes é só no último capítulo e era quase óbvia a formação desses casais. Mas um casal com a força do Jeizeca foi algo que frustrou muitos fãs dos personagens ao verem juntos apenas no último capítulo e Jeiza mantendo aquele romance tão sem graça com Caio. Se tivessem voltado antes e Zeca ficasse mexido com o lance da paternidade de Ruizinho, poderia gerar um suspense para o último capítulo... Mas não, os fãs do casal tiveram que esperar até o último bloco do último capítulo para ver o casal junto. Caio e Bibi tiveram uma cena rápida, mas o casal já não tinha mais essa força toda.


Os únicos personagens que foram tendo ou tiveram uma conclusão antes do último capítulo foi Irene e a relação de Bibi e Rubinho. A Força do Querer foi tão vitoriosa e delicada na construção dos personagens, mas no final ficou tudo muito rápido e sem muita profundidade. O final foi ruim? Não. Mas renderia uma semana essas conclusões. Fica aqui os meus parabéns a Gloria Perez e a todos que fizeram parte dessa obra prima da TV brasileira, que entra para a história como uma das mais bem sucedidas novelas de todos os tempos.

***

Sobre o autor


Um comentário:

  1. Fábio, muito bem! Concordo, principalmente no caso da trama Ivan@ e Cláudio. Mas me decepcionei muito mais com relação ao Eurico e Nonato, pois dali poderia ter saído situações cômicas.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...