Espaço para anúncio

Responsive Advertisement

Ta tudo conectado?

Por Rodrigo Ferraz

         Nesses tempos virtuais as crianças e os adolescentes são mais que um publico a se conquistar (afinal eles são o futuro como espectadores), são uma fatia do mercado. Atualmente duas novelas-seriados são focadas para esse publico, na Globo a eterna: Malhação e na Record: Rebelde (a caminho de sua segunda temporada).

Sabemos que essa galerinha não apenas usa a internet, como é viciada na própria. Então nada mais natural do site desses programas serem recheados. No da Malhação (http://malhacao.globo.com), alem de vídeos, bastidores e novidades da trama têm também fotos (inclusive dos cenários), dicas como, por exemplo: como estudar, jogos, e principalmente perfis ativos em redes sociais, facebook’s, orkut’s e até perfil dos personagens no twitter com direito a interação.


Rebelde (www.r7.com/rebelde) tem um site menos completo, mas tem material exclusivo pros espectadores em seus celulares, fotos, vídeos (inclusive de bastidores), noticias, sub-sites como o Fã Clube da banda protagonista da novela, um do colégio em que os principais personagens estudam: Colégio Elite Way entre outros.


Em breve a Band, emissora tradicional em bons produtos pra esse nicho como foram as novelas Floribela e Dance Dance Dance entra no mercado com a  promissora: Julie e os Fantasmas. A novela vai ser exibida também no canal infantil: Nickelondeon. Se for como Floribela, o site de Julie também será completo.



Enquanto isso no SBT, a emissora de Silvio Santos acaba de escalar a ótima Rosanne Mulholland pra ser a carismática e Querida Professora Helena, um elenco infantil encabeçado pela estrela mirim: Maysa e procurando encaixar outros nomes importantes da emissora como Alexandre Frota e Moacyr Franco. Se a emissora for inteligente também fará esse processo de tran-midia com a internet e a novela.

Em suma, se essa conexão tramas-internet não existir uma lacuna existira... Porque antes os sites eram só um instrumento de divulgação, hoje é uma continuação da própria, o que há menos de 20 anos eram as revistas de fofoca hoje são os sites e as redes sociais, com um diferencial importante: a interação que o publico e principalmente as crianças e os jovens dos dias de hoje exige! E essa é uma tendência que veio pra ficar... E quem não fizer ficara defasado!!

Postar um comentário

0 Comentários