sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Não é a Classe A que é perversa, mas a situação em que ela vive...



Por Bruno Oliveira


Você acha fácil pagar impostos caríssimos, andar de Porsche por ruas tortas e alagadas, carregar esses país nas costas administrando uma multinacional para contribuir com o PIB e Viajar apenas 15 vezes para Paris porque Aeroporto no Brasil é um inferno com tanto voo cancelado, acha? Além disso, tem a chatice da burocracia que nos deixa comprar só 30 ingressos antecipados para um show, teatro, cinema e afins. Dormir a noite?...Só ligando o ar condicionado central da mansão para refrescar e quando não funciona, sou obrigado a ir para a jacuzzi ou para a minha piscina olímpica... Desperdício de água e energia!

Pior é a minha empregada que chega atrasada todos os dias porque tem que pegar apenas um trem lotado e dois ônibus e ainda fica presa no engarrafamento para chegar aqui... Passo fome! Fazer Dieta? Já fiz muito trocando caviar por escargot! Perdi 3 kg, também, fiz drenagem, plástica e pilates... Gastei muito! Muito o meu sorriso, porque tive que sorrir para agradecer esses recursos estéticos que ganhei! Difícil viver assim!

Feliz é o pobre que monta a sua barraca de contrabando em qualquer ponto isento de impostos, viaja o mundo na boleia do caminhão,  ganha diversos auxílios do governo: bolsas, cotas, benefícios e afins... Consegue ser Hipster, cult e Vintage ao mesmo tempo, porque compra roupa no brechó para customizar e ainda usa peças  compartilhadas pela mãe, avó e Tia. Além de fazer  "bainha" na boca  da calça,dando um novo "look" a peça. Pobre está sempre na moda.

Vai ao cinema pagando meia com a carteirinha falsa do primo universitário. Tem sempre crédito ilimitado no cartão e mesmo que o nome caia no Serasa, não tem problema, pobre consta como morto na lista do INPS. Quase não enfrenta fila! Tá sempre engravidando, se acidentando e ficando velho mais cedo! Frequentador assíduo das filas preferenciais!

Feliz é o POBRE... classe  A... SOFRE!


Mais do que uma peça, uma crítica social às avessas, Rodrigo Sant'anna está no Theatro Net Rio com a comédia, escrita e dirigida por ele, "O PATRÃO”. Todas as  Quartas, às 21h.Plateia e Frisas: R$80 | Balcão: R$60.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...