quarta-feira, 3 de outubro de 2012

De advogado a dramaturgo: Aimar Labaki


Por Fábio Dias

O entrevistado de hoje é formado em Direito, mas deixou  a prática de sua profissão para se dedicar à crítica teatral, escreveu para Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e Jornal da Tarde, além de outras publicações, como Vogue, Bravo, Folhetim, Teatro al Sur.
Em 1992, estreia como autor e diretor na montagem do texto "Tudo de Novo no Front". Na sequência, escreveu inúmeras peças como: "Allegro Ma Non Troppo” "A Boa"; "Pirata na Linha", 2000, e "Motorboy", "O Anjo do Pavilhão Cinco", baseado em inédito de Dráuzio Varella, entre outras. Aimar também dirigiu várias peças.
Na televisão, escreveu as novelas "Zazá" e "Quem é você?", em colaboração com Lauro César Muniz, adaptou “Seus Olhos” e colaborou com Marcos Lazarini em “Os Ricos Também choram” no SBT; na Band foi o autor principal da elogiada "Paixões Proibidas", livremente baseada nas obras "Amor de Perdição" e "Mistérios de Lisboa", de Camilo Castelo Branco. Foi colaborador de "Poder Paralelo", da Rede Record.
Saiba mais desse grande talento no profile abaixo!

  
Nome: Aimar Labaki
Idade:
51 anos.
Estado Civil:
Casado.
Profissão: Escritor
Local de Nascimento: São Paulo
Atualmente reside em:
São Paulo
Trabalhos favoritos de sua autoria: TV:
 "Paixões Proibidas" ( RPT/BAND), " Brasil 500 anos" ( GNT - direção de André Klotzel, "Seus Olhos" ( SBT - terço final, depois da saída do amigo Marcos Lazarini), "Zuzubalândia" (Redetv, sob o comando de Duca Rachid).   Teatro: Dramaturgia: "Marlene Dietrich, As Pernas do Século" com Sylvia Bandeira,  "A Boa" com Milhem Cortaz e Ana Kutner; "Poda" com  Guilhermina Guinle, Marcos Winter, Leonardo Franco e Claudia Lyra; "Cordialmente Teus" com Renato Borgui, Debora Duboc, Luah Guimarães; "O Anjo do Pavilhão Cinco" (inspirado em original de Dráuzio Varella)com Ivam Cabral,  Direção: " Prova de Fogo" de Consuelo de Castro, com Dan Stulbach, "A Graça da Vida" com Natália Thimberg, Graziela Moretto, Emilio Orciolo Neto " Prego na Testa" com Hugo Possolo.
Algum desfecho de trama que se arrependa?
 Saber pousar o Boing é tão importante quanto saber fazê-lo decolar. Até aqui, não me arrependo.
Quem tem papel garantido em suas novelas: Natália Thimberg, Sylvia Bandeira, Graziela Moretto, Marília Pera, Marco Nanini, Clara Carvalho,Tony Ramos, Marcos Breda, Glória Pires, Carlos Palma,Regina Braga, Agnes Zuliani, Felipe Camargo, Adriana Londoño, Antonio Fagundes, Pedro Paulo Rangel, Andrea Beltrão, Eva Wilma, Leandra Leal, Denise Weimberg, Marcos Caruso. Quem escreve novelas no Brasil tem o melhor elenco do planeta.
Programa atual na tv que acompanha:
Acompanhei A Vida da Gente de Lícia Manzo.
O que não gosta em tv: Reality shows e esportes.


Uma ou duas novelas da Rede Globo dos anos 70, 80, 90 e 2000:
Não consigo excluir nenhuma das seguintes: "O Casarão" e "Escalada" de Lauro César Muniz, " O Bem Amado" e "Saramandaia" de Dias Gomes, "Gabriela" de Walter George Durst, "Os Ossos do Barão" e "O Grito" de Jorge Andrade, "O Rebu" de Braulio Pedroso,"Dancin' Days" e " Vale Tudo" de Gilberto Braga," Brega e Chique" e "Que Rei Sou Eu?" de Cassiano Gabus Mendes "A Guerra dos Sexos" e" As Filhas da Mãe" de Silvio de Abreu, "Quatro por Quatro", "Kubanakan" e "Pé na Jaca" de Carlos Lombardi, " A Força de um Desejo" Gilberto Braga e Alcides Nogueira, "A Favorita" de João Emanuel Carneiro e  "Cordel Encantado" de Thelma Guedes e Duca Rachid.
Uma novela da Record: "Os Deuses Estão Mortos" e " Quarenta Anos Depois" de Lauro César Muniz
Uma novela da Band: "Os Imigrantes" de Benedito Ruy Barbosa.
Uma novela do SBT:
"Éramos Seis" de Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho
Um autor: Gilberto Braga
Um diretor:
Ignácio Coqueiro
Uma Atriz  
Marília Pêra
Um Ator: Marco Nanini
Uma grande revelação na teledramaturgia:
João Emanuel Carneiro, Duca Rachid, Thelma Guedes e Lícia Manzo
Uma cena inesquecível na televisão: a cena final de "O Casarão" de Lauro César Muniz
Um crítico (sobre TV): Eugênio Bucci
Site/Blog favorito sobre televisão: "Olhares Loiros" (www.olharesloiros.blogspot.com) de Mário Viana, não é só sobre tv, mas é excelente.
Um filme: "Era Uma Vez na América" de Sérgio Leone
Uma peça de teatro: "Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?" de Edward Albee e "A Moratória" de Jorge Andrade.
Um cantor (a):
Milton Nascimento e Andrea Marcovicci
Uma música: "Todo Sentimento" de Cristóvão Bastos e Chico Buarque
Um livro:  "A Mochila do Mascate" de Gianni Ratto
Um restaurante: La Casserole - de preferência na companhia de Maria Adelaide Amaral.
Prato favorito: são tantos...
Uma revista: New Yorker
Uma viagem: Paris
Ícone na televisão: Daniel Filho
Um vício: Ler.
Elenco de sua peça Marlene Dietrich. (Sílvia Bandeira)

Uma cidade:
São Paulo
Uma frase: O mundo gira e a Lusitana roda
Eu amo: Minha família e ir ao cinema.
Eu odeio:
Multidão e barulho.
Momento Inesquecível em sua vida: a primeira vez que vi Marê e a chegada de minha filha Antônia
Um momento que não gostaria de viver novamente:
ser traído e, em seguida, ser tratado como o traidor.
Medos:
físicos
Vaidades:
Intelectuais
Marcas favoritas: Deutch Gramoffon, Fauchon, OSESP, Penguin, BBC.
Mania:
séries americanas.
Coleção: 
Livros
Ídolo: Shakespeare
Seria BFF de: os que são o sabem.
Desejo e Sonhos:
Ter condições para escrever o melhor que posso. Amor, Paz, Saúde e Prosperidade - para todos.

Logotipos: Site Teledramaturgia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...