sábado, 1 de dezembro de 2012

O Ser Humano é feito do Masculino e do Feminino


Por Bruno Oliveira


Gases, torcicolo, rinite, olheiras... Todo mundo pode ter, assim como enxaqueca, dor no saco, menstruação, Epididimite, TPM... Por que não? Magro, gordo, alto, baixo... Qualquer ser humano é, assim como bonita, alegre, divertida, carente... Você e eu? Talvez! Por que essa banalização do ELA e ELE? Tanto faz “eu sou bonita” ou “tenho uma bola de futebol”, você é! Você tem!

Eles vão ao futebol, para a mesa do bar, churrasco com os amigos, despedidas de solteiros enquanto elas estão nas reuniões com as amigas, comprinhas no shopping, chá de bebê da melhor amiga, reunião dos pais... E até que os males do SER HUMANO aparecem... As malditas das Varizes, tomando pés, pernas e coxas e os malditos dos estereótipos, tomando consciências, comportamentos e opiniões...

Eles ou os que se “preocupam menos” vão procurar médicos especialistas, estes por sua vez também têm varizes. Outros, também “menos” preocupados sabem que tem e se incomodam no silêncio. Elas ou as “mais” preocupadas, gritam, esperneiam durante o tratamento.

Já disse que: “Somos seres humanos”... Mas, isso não basta! Somos masculinos e femininos, ora, ora.   Não só por causa das varizes! Verdade seja dita. Afinal, estereótipos não se curam em uma consulta médica. Temos a essência do que é ser frágil e forte ao mesmo tempo, aliás, ultimamente, o estereótipo do homem está mais para frágil e a mulher se revela na força. Então, somos mais que masculinos e femininos, somos devotos da compaixão, da sinceridade, da inocência, da valentia... É pequeno dizer: “Mas, isto é para ELA” e “Isto é para ELE”, enquanto no fim, tudo é NOSSO.

Não são os estereótipos que são perversos, mas, o contexto em que eles vivem!

Brasil, década de 70, Ditadura militar: veto aos direitos, censura. Treze homens vestidos de  mulher e quebrando tabus... Brasil, ano de 2012, “democracia”: as aspas dizem por si só. Onze homens vestidos de mulher, porque , “Yes, nós temos tabus” para serem quebrados ainda!

Dzi Croquettes, um espetáculo que não fala sobre homens, nem sobre mulheres... Fala sobre GENTE !


Dzi Croquettes em Bandália no Teatro do Leblon. Qui, Sex, Sáb ás 21h. Dom ás 20 h. R$ 80 (inteira.) Até 6 de janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...