domingo, 18 de novembro de 2018

Consagração de Jeniffer Nascimento supera as diversas falhas técnicas do Popstar

Por Edilson Lopes


Foi ao ar na tarde deste domingo, 18, a grande final da segunda temporada do Popstar, reality musical original da Rede Globo que tem a premissa de fazer com que celebridades saiam de sua zona de conforto e enfrente os especialistas e o público em apresentações musicais. Neste último programa, ainda competiam pelo prêmio de 500 mil reais e um carro zero km a jornalista Renata Capucci, e os atores Sérgio Guizé, Mouhamed Harfouch, Malu Rodrigues, João Cortes e Jeniffer Nascimento.

Finalistas do Popstar 2018

O programa enfrentou, ao longo da temporada, diversas falhas técnicas inadmissíveis para uma emissora do porte da Rede Globo, com prática em exibir programas ao vivo. Problemas no áudio, no corte de câmeras, no sistema em que os especialistas davam suas notas e na exibição do placar após a apresentação dos artistas. O problema mais uma vez ficou evidente, quando nesta final, em mais de uma oportunidade os jurados alegaram ter dado nota 10 para um competidor e o sistema acusou outra nota. Bem verdade que em uma apresentação da Jeniffer Nascimento a especialista Preta Gil acabou não dando sua nota, e o 9,7 (nota mínima possível) acabou destoando da série dos outros 10 que a participante ganhou.

Taís Araújo substituiu Fernanda Lima na condução do programa

Pela primeira vez na função a apresentadora Taís Araújo demonstrou nervosismo, e a falta do controle em suas reações, apesar de estranhas para um apresentador, funcionaram com o clima proposto pelo programa. Fernando Lima, apresentadora da primeira temporada, foi substituída pela Taís aos 45 minutos do 2º tempo, sob a alegação da emissora que Fernanda estaria envolvida nas gravações do Amor & Sexo, que também tinha acabado de voltar ao ar. Na verdade a escalação da Taís saiu logo após a emissora sofrer diversos protestos pela falta de representatividade negra surgida assim que Segundo Sol estreou; pra quem não lembra, a emissora foi acusada de “embranquecer” o elenco de uma trama passada na Bahia. Se o motivo real foi esse ou não, não me cabe julgar, afinal talento para assumir o posto a Taís sempre demonstrou ter, e comprovou isso, apesar de seu nervosismo. Sorte também para a Globo, imagina a emissora dos Marinho com dois programas sofrendo boicote por causa da posição política da apresentadora Fernanda Lima.

Problemas a parte, a final do Popstar foi a consagração da menina Jeniffer. Brilhando desde a sua primeira apresentação, a jovem atriz mostrou que não estava a passeio e nas três rodadas da grande final se apresentou como um verdadeira diva, ganhando notas altas dos especialistas, da plateia interativa e do público de casa. Sérgio Guizé e Mouhamed Harfouch foram eliminados na primeira rodada do dia. A grata surpresa Renata Capucci e a atriz Malu Rodrigues deixaram o programa na segunda rodada. A grande final então foi disputada por João Côrtes, ator, famoso pelo comercial da Vivo e a Jeniffer Nascimento. João, nitidamente nervoso, errou a letra, desafinou e fez uma apresentação muito aquém daquelas que o levaram até a final. A Jeniffer, pelo contrário, mais uma vez arrasou, emocionou a todos e garantiu as notas altas que lhe deram o título de Popstar 2018. 

 Jeniffer Nascimento emocionada logo após ganhar o Popstar

Antes de seu discurso final, Jeniffer foi homenageada pela Preta Gil que classificou-a como um sobrevivente, representante de todas as mulheres negras do Brasil. Essa fala da Preta foi de encontro ao discurso da vencedora que emocionou a todos mais uma vez ao abraçar o irmão que foi seu backing vocal ao longo da competição, agradecer a Deus e ao público e falar para os pais e para o namorado que o prêmio ia servir para dar pagar dívidas, impedir a venda do apartamento da família e garantir uma casa para que ela morasse com o namorado. Concordo com a Preta, Jeniffer é uma sobrevivente, e digo mais, é uma guerreira que mereceu o título de Popstar.

***

Sobre o autor


Um comentário:

  1. As falhas técnicas da Globo podem ser comparadas com a falha do autor ao dizer que o prêmio foi de R$500 mil, sendo que desde sempre foi anunciado R$250 mil mais um carro zero. Parece que o programa foi acompanhado de longe. E outra... Boicote a Fernanda Lima? Francamente... Coisa de Bolsominion retardado

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação e presença! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...